Mostrar Aviso
Compartilhe:

Quanto custa formalizar uma empresa?

Formalizar uma empresa é algo que muitas pessoas desejam quando percebem que seus negócios estão crescendo e se expandindo. Essa formalização, apesar de extremamente essencial, muitas vezes acaba acontecendo fora do prazo necessário, com atraso e precisando de regularização perante os fiscos.

Então, quanto antes você buscar formalizar, melhor. Abaixo, separamos algumas informações em relação aos custos que esse processo impõe e quais os principais passos para que ele seja o mais rápido e fácil possível. Veja o que trouxemos e comece hoje mesmo a pensar em formalizar o seu negócio!

Afinal, quanto custa formalizar uma empresa?

Essa é uma pergunta cuja resposta mais fiel deve ser: depende do tipo de empresa que você deseja abrir. Cada enquadramento empresarial tem suas taxas específicas – o que irá mudar completamente o valor final depois. Por isso, separamos abaixo os principais enquadramentos e quanto será gasto para a abertura dessas empresas em específico. Vamos lá!

1- Gasto para abrir um MEI

O MEI, que é o primeiro enquadramento para quem costuma pensar em se formalizar, é um dos que menos possui gastos – tanto iniciais, quanto a longo prazo. De maneira geral, você terá a seguinte obrigação com os fiscos:

  • Valor mensal para Comércio e Indústria: R$ 53,25
  • Valor mensal para Prestação de Serviços: R$ 57,25
  • Valor mensal para Comércio e Serviços juntos: R$ 58,25

De forma geral, esse é o gasto que se tem para formalizar uma empresa como MEI. Esse tipo de enquadramento é o mais simples que hoje em dia, ideal para empresas muito pequenas, que possuem pouco poder de investimento e têm um faturamento anual que ainda não passa de R$81.000.

Mas veja, o MEI só pode ser aberto por profissionais que não possuem uma formação que traga o status de “profissional liberal”, como acontece com médicos e dentistas, por exemplo. Em todo caso, olhe a lista de enquadramentos permitidos no MEI, que está disponível no Portal do Empreendedor.

Se sua profissão estiver listada no MEI, procure um contador e faça a sua formalização no mesmo dia! Não há custos, apenas o mensal que pode ser pago por meio de uma guia emitida no próprio Portal do Empreendedor.

2- Gastos para abrir uma ME

Após o MEI, o tipo de enquadramento mais comum é a ME, cujo faturamento anual total não deve ultrapassar os R$360.000. Esse é o tipo de enquadramento mais comum para quem deseja abrir uma empresa menor, porém, com maior faturamento do que o MEI – e também para os profissionais liberais que não possuem sua atividade listada no MEI, como é o caso dos médicos, dentistas e engenheiros.

O gasto médio para abrir esse tipo de empresa é:

  • ME Individual (optante do Simples Nacional e com um titular): R$ 1.029,63
  • ME Ltda (optante do Simples Nacional e com dois ou mais sócios): R$ 1.174,63

Veja, esse é um gasto médio, que considera algumas das taxas exigidas pelos fiscos e os detalhes com a contabilidade. Dependendo da contabilidade, esse gasto já está incluído no plano mensal que ela oferece, por isso, entre em contato com o contador para que ele te passe o valor total.

Outros gastos para abrir uma empresa

Além das taxas que pagamos aos fiscos, precisamos considerar outros gastos que podem surgir na hora de abrir uma empresa. Separamos alguns que valem ser planejados:

  • Capital Social: Dependendo do tipo de empresa, você precisará do capital social para que seja possível formalizá-la. Cada negócio tem uma diferença nesse valor, então, é válido conversar com o seu contador sobre isso antes de começar o processo. Ele irá te instruir detalhadamente para que você economize o máximo possível e tenha sua empresa de maneira mais rápida.
  • Aluguel do imóvel: Se sua empresa tiver um sede própria ou mesmo for atender ao público, sempre é bom lembrar que o aluguel do imóvel será um custo mensal, além de ser necessário – muitas vezes – lidar com o seguro fiança ou com um valor caução de três meses, em média. Esse tipo de gasto nem sempre entra na conta de quem deseja abrir uma empresa, porém, ele é um dos maiores que ela pode ter – muito mais do que a formalização em si, que costuma ter um preço inicial pequeno e um fixo mensal de impostos.

Abrindo uma empresa – Dicas finais

Agora que você tem uma ideia do quanto vai gastar para abrir uma empresa, é importante falar com o seu contador sobre o assunto e verificar os detalhes diretamente com ele. Aqui na Imagem Contabilidade, trabalhamos com empresas de todos os portes, especialmente as menores, e realizamos a abertura de maneira rápida e a menos custosa possível.

Vamos analisar o seu caso de maneira específica, sempre pensando no que podemos fazer para que o seu custo seja reduzido – tanto na hora da abertura em si, quanto também o que será pago aos fiscos. Veja, cada empresa tem um gasto muito único e é importante trabalhar de maneira personalizada para que seja possível economizar! Algumas dicas finais são relevantes:

  • Tenha um valor para pagar os custos iniciais, especialmente se você for abrir uma empresa pequena. Tente não adquirir dívidas para não ter problemas depois.
  • Fale com um contador que seja especializado no tipo de empresa que você deseja abrir. Isso ajuda na economia.
  • Procure ter uma reserva para emergência, além do valor para a abertura.

Gostou das dicas de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos!

Fale com o consultor, é grátis :)