Mostrar Aviso
Compartilhe:

Passo-a-passo para abrir uma empresa em Florianópolis

Abrir uma empresa em Florianópolis está ficando cada dia mais simples e fácil. Hoje em dia, com a pandemia de coronavírus, principalmente, os governos estão se mobilizando para facilitar um processo que antes era mais burocrático, difícil e demorado. 

Mas, você empreendedor, sabe como funciona o processo de abertura de empresa em Florianópolis ou em qualquer outra cidade do país? Sabe os documentos que precisa reunir e quais os passos necessários para ter a sua formalização? Separamos abaixo informações que podem te ajudar a entender melhor o processo! Veja!

Abrir empresa em Florianópolis em 4 horas

Antes de falarmos sobre os passos para abrir uma empresa em Florianópolis, precisamos explicar sobre a nova modalidade de abertura que chegou à cidade. Segundo a prefeitura e a junta comercial de Santa Catarina, responsáveis pela iniciativa, trata-se de um incentivo para à pandemia do coronavírus, que visa garantir mais tranquilidade para o novo empreendedor que deseja começar seu negócio, mas não quer passar pelo excesso de burocracia. 

Com o nome de “programa Floripa Simples”, a iniciativa tem as seguintes características:

  • Todo o processo é feito de maneira online, sem a necessidade da ida até a prefeitura para realizar nenhum procedimento. 
  • Algumas taxas foram eliminadas para evitar a burocracia do faturamento, como a taxa para realizar as “Consultas de Viabilidade para Instalação”. 
  • Todos os documentos necessários para a abertura são conseguidos digitalmente e na mesma hora. O processo como um todo levará, no máximo, 4 horas. 
  • Ficam dentro do programa apenas as empresas com baixo risco, ou seja, aquelas que não fornecem circulação de pessoas em excesso, atendimento presencial ou setores mais arriscados, como os restaurantes. Assim, podemos incluir escritórios de advocacia, médicos, fisioterapeutas e pessoas que atendem à domicílio, entre outros negócios de baixo risco. 

O programa é uma excelente iniciativa da prefeitura e da junta comercial do estado e pode ser uma alternativa bacana para empresas que possuem o baixo risco mencionado acima. Além de rápido, o processo é desburocratizado, com menos necessidade de envios de documentos e menos estresse indo às prefeituras e aos órgãos responsáveis – a ideia é diminuir cada vez mais o atendimento presencial e manter tudo online para evitar aglomerações. 

Passos para abrir uma empresa

Agora que já falamos sobre o Programa Floripa Simples, vamos explicar como você pode fazer a abertura da sua empresa na cidade ou mesmo em qualquer outra região do país. Veja os passos mais básicos para realizar o seu sonho!

1- Faça um planejamento

O primeiro passo é fazer um planejamento detalhado em relação ao seu negócio. Nesse planejamento, é importante incluir dados, como:

  • Quais são seus principais concorrentes.
  • Quais são os fornecedores que precisará contactar. 
  • Quanto de dinheiro será necessário para iniciar o negócio. 
  • Onde será a sede da empresa ou se ela não exigirá sede.
  • Entre outros.

Para que esse planejamento seja o mais adequado possível, a dica é procurar um contador ou um consultor que te ajude a dar esses passos iniciais mais difíceis. Ou, sente com calma e faça uma análise rigorosa dos pontos principais que citamos acima para saber se o negócio é ou não viável naquela região. 

2- Escolha o enquadramento empresarial

A partir deste item, você precisará de um contador para que ele te ajude com essas escolhas. Mas, no geral, será decidido o tipo de enquadramento empresarial que você terá. Os mais comuns são:

  • MEI: O MEI é um empreendedor menor, que pode ter o faturamento de até 81 mil reais por ano e deve se enquadrar na lista de profissionais disponível no site do Portal do Empreendedor. Em geral, é um enquadramento mais adequado para profissionais autônomos não formados em áreas específicas, logo, não se enquadra para médicos e fisioterapeutas, por exemplo. 
  • ME: A ME é a microempresa e costuma ser um dos enquadramentos mais comuns para quem está iniciando a vida como empreendedor. Seu faturamento anual é maior do que o MEI, chegando a 360 mil. No geral, é uma boa opção para empresas pequenas, com poucos funcionários e que ainda não possuem uma expectativa de crescimento muito grande para o ano atual. Mesmo assim, escolher a ME deve ser por meio da análise do contador. 
  • EPP: Após a ME, temos a EPP, que é um enquadramento ideal para empresas maiores, com mais funcionários e mais possibilidades de crescimento. Seu faturamento anual é de até 4,8 milhões de reais. 

Além do enquadramento empresarial, também será decidido o Regime Tributário ideal para a empresa, que pode ser: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro real. Se está complicado entender, não se preocupe: o seu contador irá te ajudar a deixar tudo o mais claro possível e que as escolhas sejam as melhores para a sua empresa, levando em conta a economia de impostos e a facilidade de pagamentos. 

3- Faça a reunião de documentos

Após todo o procedimento de abertura de CNPJ, é hora de reunir os documentos para liberar os alvarás de funcionamento e outros detalhes mais burocráticos. Como falamos mais acima, hoje em dia em Florianópolis isso está bem mais simples e rápido, chegando a 4 horas de processo como um todo. 

De qualquer maneira, fale com o seu contador e veja com ele as possibilidades para a sua empresa em específico. 

Ficou com dúvidas? Nos procure para mais informações! Gostou do texto de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos e familiares. Até a próxima! 

Fale com o consultor, é grátis :)