Mostrar Aviso
Compartilhe:

Como pagar menos impostos na minha empresa?

Pagar menos impostos é fundamental para qualquer empresário, afinal, toda redução de custos é interessante para quem tem tanto a pagar ao empreender. Mas pagar menos impostos não significa deixar de cumprir com as obrigações legais exigidas pelos fiscos, por isso, é essencial procurar auxílio contábil especializado para evitar qualquer tipo de problema, como a sonegação ou o erro de pagamentos, capaz de gerar multas retroativas gigantescas. No texto de hoje, separamos algumas dicas sobre esse assunto, de forma com que você veja luz no fim do túnel no pagamento dos impostos de maneira correta. Veja!

Dicas para que você possa pagar menos impostos na sua empresa!

Se você deseja pagar menos impostos, como já explicamos acima, é fundamental fazer isso de forma legal, seguindo o que os fiscos exigem. Abaixo, separamos algumas dicas que podem ajudar nesse sentido. Veja!

1- Faça um planejamento tributário

O planejamento tributário nada mais é do que uma revisão de todos os impostos que a sua empresa paga mensalmente e anualmente. O contador especializado vai analisar todos os tributos pagos e todas as formas de pagar esse tributo, considerando o enquadramento da empresa, o enquadramento tributário e outros detalhes que fazem a diferença para que você pague determinada alíquota, resultando em uma valor maior ou menor de imposto. Isso não significa que a sua empresa foi enquadrada de forma errada ou que houve algum problema na abertura: o planejamento tributário deve ser realizado de tempos em tempos porque o faturamento muda, a empresa muda e, com ela, a forma de pagar os impostos também muda. Então, é muito importante sempre se atualizar e realizar um planejamento tributário a cada, pelo menos, 5 anos, por exemplo.

Estar atualizado e sempre de olho na forma como você paga os tributos é fundamental para garantir que a sua empresa pague apenas o necessário e o obrigatório.

2- Pense em mudar o regime tributário para pagar menos impostos

O planejamento tributário vai ajudar bastante a entender porque você está pagando mais tributos do que deveria, porém, não é incomum que os empresários tenham medo de mudar o regime tributário por acharem que ele será mais trabalhoso e complicado. Um exemplo disso é o lucro real que costuma ser um regime tributário pouco desejado pelos empresários, já que ele tem a fama de ser mais complexo e de exigir mais dos funcionários e da empresa em si. 

Mas, de maneira geral, se você tem um contador ou uma contabilidade parceira, o lucro real pode ser a melhor solução para o seu negócio, porque você irá pagar somente aquilo que sua empresa deve pagar, sem a presunção do lucro que ocorre nos demais regimes tributários. É claro que é importante considerar todos os fatores, inclusive o quanto você terá que dispor dos funcionários para que o lucro real seja o seu regime tributário escolhido, então, é interessante procurar uma contabilidade experiente e perguntar quais são os serviços incluídos na parceria. Mesmo com mais trabalho, pode ser bem mais vantajoso trocar o regime tributário e pagar um valor mais justo de impostos.

3- Cuidado com a bitributação 

A bitributação não costuma ser um assunto muito falado entre os empresários, afinal, nem todos imaginam que é possível pagar o mesmo tributo para diferentes órgãos públicos. Isso acontece porque, às vezes, a prefeitura e o estado, por exemplo, possuem o mesmo tipo de tributo e cobram das empresas, mesmo quando elas estão isentas ao pagar apenas para um órgão. Então, é importante saber se todos os impostos que estão sendo pagos são únicos ou se você paga duplicado por um erro do seu contador ou mesmo dos próprios órgãos fiscalizadores. E, não se engane: isso é mais comum do que a gente imagina e existem muitas empresas pagando caro por erros de bitributação. Fique de olho e peça uma revisão completa de todos os tributos que são pagos mensalmente e anualmente também para que esse tipo de coisa não aconteça com você!

4- Não sonegue impostos!

Sim, nós somos um dos países que mais cobram impostos das suas empresas. Mas isso não é motivo para ir contra a lei e deixar de pagar um imposto, acreditando que não haverá fiscalização e que você nunca precisará pagar o valor retroativo depois. Os sistemas hoje são todos automatizados e praticamente todas as sonegações acabam sendo descobertas e a empresa precisa pagar não apenas o valor que deixou para trás, mas as multas e as correções monetárias também. 

Às vezes, essa sonegação não é proposital e sim um erro da contabilidade da empresa, mas isso não costuma ser relevante para os órgãos fiscalizadores, que dificilmente deixam de cobrar as multas por alegações de desconhecimento da lei. Então, o planejamento tributário, além de muito importante para te ajudar a pagar menos impostos, também é essencial para garantir que você está pagando todos eles em dia – e que nenhum ficou para trás, passível de multa e de correções. Evite ao máximo cometer esse erro e não esqueça de que os sistemas se cruzam em algum momento! A sonegação não é a solução para conseguir pagar menos impostos na sua empresa!

Gostou de saber como pagar menos impostos na sua empresa? Nem sempre é fácil colocar em prática essas dicas, por isso, é interessante procurar um contador especializado e tirar todas as suas dúvidas diretamente com ele. Estamos à disposição para te ajudar! 

Não deixe de compartilhar o texto nas redes sociais com seus amigos! Até a próxima!

Fale com o consultor, é grátis :)